quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Criou uma atmosfera diferente, não parecia ser mais igual,

Antes de acontecer veio como um sonho bom, antes que a

Razão entrasse em campo, meu ser foi tomado por um

Lenitivo milagroso que até o momento continua como um mar calmo,

Agora o teu ombro é meu remanso e dele não quero sair.

Creio que hoje, nada me remete a medo,

Algumas palavras me foram ditas,

Resta agora saber o que vai acontecer, quero

Outorgar tudo que vejo de belo,

Lerdo sou, por não ver o futuro com um olhar

Intrigante e observador, que você me fez ter de volta,

Não quero ter pressa, mas também não quero ir devagar,

Ah, é bom saber dosar tudo, pois tudo em excesso é veneno.



09:25 - 20/08/2010.



Post duplo, para o dia que não teve noite...

Um comentário:

  1. Imagino eu q esse post tenha saido assim rapidão como um raio ou um tiro. Interessante e instigante.
    Mas, peço + uma vez pra tomar cuidado com essa mar seu de virgulas.
    Parabéns meu mestre!!!

    ResponderExcluir